Sobra celular, falta anunciante – Meio & Mensagem

14 de Janeiro de 2012

Reportagem Sobra celular falta anunciante da meio e mensagem dezembro 2011

Li outro dia uma matéria muito interessante na Meio e Mensagem intitulada “Sobra celular, falta anunciante” (12 de setembro de 2011). A matéria aponta que em um país com mais de 190 milhões de aparelhos celulares, era de se esperar que ações de mobile marketing fossem melhor exploradas por anunciantes e agências. Segundo Ari Meneghini da IAB (@ameneghini) o investimento dos anunciantes é irrisório, a maioria deles nem sequer tem site em versão mobile.

Ainda segundo ele, o grupo PontoMobi (RBS) deve movimentar 25 milhões de reais (???!!!), ou seja, não há consenso entre as cifras. André Zimmerman da Havas Digital afirma que o problema é o desconhecimento do mercado. E para o pessoal da MMA LATAM (Mobile Marketing Association) o problema não é a falta de tecnologia e sim a falta de visão do mobile como algo estratégico. Enfim, coloquei abaixo o case “Vital” da Fbiz, um dos poucos cases brasileiros:

Case mobile da Vital criado pela FBIZ: revista digital distribuída como mensagem

“A publicidade brasileira subaproveita ações em celulares, a despeito da base de telefonia móvel do País” cita Antonio Duarte. Pensei comigo “se nem a internet é aproveitada, representando apenas 10% da verba total de comunicação, imagine o mobile”.

Fui mais além. Como comunicador, lei jornais, pego o “Metro” no semáforo, gosto de outdoor, mas no fim das contas o celular comanda tudo. E os jovens que não trabalham com comunicação, qual a sua exposição em publicidade off? Diz ae o que vocês acham.

Baixe a reportagem completa “Sobra celular, falta anunciante”.

_____________
Update: Depois da observação do Marcio Chaer, consertei o erro de divulgação feito de que a MMA LATAM vê a tecnoloiga como um problema para o avanço do marketing mobile. Obrigado.